Anuncie no Publipt

Acompanhe nas Redes Sociais

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Lição 9 - Wicca - Um nome moderno para a velha bruxaria



02 de Março de 2014

Wicca - Um nome moderno para a velha bruxaria

Texto Áureo

“Abandonaram o Senhor Deus de seus pais, que os tirara da terra do Egito, e foram-se após outros deuses, dentre os deuses dos po­vos que havia ao redor deles, e os adoraram; e provocaram o Senhor à ira, abandonando-o, e servindo a baalins e astarotes”. Jz 2.12,13

Verdade Aplicada

Baal, Astarote, Duendes, Fadas e “Bruxinhos do Bem”, são nomes utilizados pelo paganismo, no de­correr da história da humanidade, para camuflar a verdadeira iden­tidade da velha serpente: Lúcifer.

Objetivos da Lição

      Fazer conhecida a origem da Seita Wicca;
      Conhecer as Divindades Wiccanianas;
      Refutar as principais heresias do Wiccanismo.

Textos de Referência

Jz 2.11      Então os filhos de Israel fizeram o que era mau aos olhos do Senhor, servindo aos baalins;
Jz 2.12      Abandonaram o Senhor Deus de seus pais, que os tirara da terra do Egito, e foram-se após outros deuses, dentre os deuses dos povos que havia ao redor de­les, e os adoraram; e provocaram o Senhor à ira,
Jz 2.13      abandonando-o, e ser­vindo a baalins e astarotes.
Jz 2.14      Pelo que a ira do Senhor se acendeu contra Israel, e ele os entregou na mão dos espoliadores, que os despojaram; e os ven­deu na mão dos seus inimigos ao redor, de modo que não puderam mais resistir diante deles.

Leia a Lição completa aqui

Leia a Lição resumida aqui


quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Lição 8 - Moisés - sua liderança e seus auxiliares

LIÇÃO 8: MOISÉS — SUA LIDERANÇA E SEUS AUXILIARES
 Os objetivos a serem alcançados com esta aula são:
  • Saber que a obra do Senhor precisa de trabalhadores.
  • Explicar a relação de Moisés com os seus auxiliares.
  • Elencar as qualidades de um líder.
Nesta lição estudaremos a respeito de Moisés como servo fiel de Deus e como líder. Moisés havia sido “instruído em toda a ciência dos egípcios e era poderoso em suas palavras e obras” (At 7.22). Todavia, como líder do povo de Deus, vemos as suas dificuldades na carência e utilização de auxiliares. O líder cristão, por mais capacitado que seja, não conseguirá realizar suas tarefas sem a ajuda de líderes auxiliares.



terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Lição 7 - Os Dez Mandamentos do Senhor

Lição 07


16 de Fevereiro de 2014

Os Dez Mandamentos do Senhor

Texto Áureo

Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê(Rm 10.4).

Verdade Prática

A Lei expõe e condena os nossos pecados, porém, o Senhor Jesus Cristo, pelo seu sangue expiador, nos perdoa e nos justifica mediante a fé.

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
  • Conhecer os propósitos dos Dez Mandamentos.
  • Compreender o conceito de cada mandamento.
  • Saber que os Dez Mandamentos referem-se a relação do homem com Deus e o próximo.

Leitura Bíblica em Classe

Êxodo 20.1-5,7-10,12-17.

1 - Então, falou Deus todas estas palavras, dizendo:
2 - Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
3 - Não terás outros deuses diante de mim.
4 - Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5 - Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR, teu Deus, sou Deus zeloso [...].
7 - Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão; porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
8 - Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
9 - Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra,
10 - mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro que está dentro das tuas portas.
12 - Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.
13 - Não matarás.
14 - Não adulterarás.
15 - Não furtarás.
16 - Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
17 - Não cobiçarás a casa do teu próximo; não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

FONTE E LIÇÃO: Estudantes da Bíblia





domingo, 2 de fevereiro de 2014

A História da Bíblia


A Bíblia, um livro que tem continuado vivo através dos séculos e indispensável aos Servos do Rei, é o tema deste comentário.

O termo Bíblia tem origem no grego "Biblos" e somente foi usado a partir do ano 200 dC pelos cristãos é um livro singular, inspirado por Deus, diversos Escribas, Sacerdotes, Reis, Profetas e Poetas (2Tm 3.16; 2Pe 1.20,21) a escreveram, num período aproximado de 1.500 anos, foram mais de 40 pessoas e notadamente vê-se a mão de Deus na sua unidade. Estes textos foram copiados e recopiados de geração para geração em diversos idiomas, tais como: Hebraico, Aramaico e grego; até chegar a nós.

Verificou-se através do Método Textual, que 99% dos textos mantêm-se fiel aos originais, é certamente uma obra divina, levando em consideração os milhares de anos entre a escrita e nossos dias. As partes mais antigas das Escrituras encontradas são um pergaminho de Isaías em hebraico do segundo século aC, descoberto em 1947 nas cavernas do Mar Morto e um pequeno papiro contendo parte do Livro de João 18.31-33,37,38 datados do segundo século dC.
Divisão em Capítulos:

A Bíblia em sua forma original é desprovida das divisões de capítulos e versículos. Para facilitar sua leitura e localização de "citações" o Prof. Stephen Langton, no ano de 1227 dC a dividiu em capítulos.
Divisão em Versículos:
Até o ano de 1551 dC não existia a divisão denominada versículo. Neste ano o Sr. Robert Stephanus chegou a conclusão da necessidade de uma subdivisão e agrupou os texto em versículos.

Até a invenção da gráfica por Gutenberg, a Bíblia era um livro extremamente raro e caro, pois eram todos feitos artesanalmente (manuscritos) e poucos tinham acesso às Escrituras.

O povo de língua portuguesa só começaram a ter acesso à Bíblia de uma forma mais econômica a partir do ano de 1748 dC, quando foi impressa a primeira Bíblia em português, uma tradução feita a partir da "Vulgata Latina".

É composta de 66 livros, 1.189 capítulos, 31.173 versículos, mais de 773.000 palavras e aproximadamente 3.600.000 letras. Gasta-se em média 50 horas (38 VT e 12 NT) para lê-la ininterruptamente ou pode-se lê-la em um ano seguindo estas orientações: 3,5 capítulos diariamente ou 23 por semana ou ainda, 100 por mês em média.

Encontra-se traduzida em mais de 1000 línguas e dialetos, o equivalente a 50% das línguas faladas no mundo. Há uma estimativa que já foi comercializado no planeta milhões de exemplares entre a versão integral e o NT. Mais de 500 milhões de livros isolados já foram comercializados. Afirmam ainda que a cada minuto 50 Bíblias são vendidas, perfazendo um total diário de aproximadamente 72 mil exemplares!

Encontra-se nas livrarias com facilidade as seguintes versões em português:

Revista Corrigida;
Revista Atualizada;
Contemporânea;
Nova Tradução na Linguagem de Hoje;
Viva;
Jerusalém;
NVI - Nova Versão Internacional;

O segundo domingo de Dezembro, comemora-se o Dia Nacional da Bíblia, aprovado pelo Congresso.
Nestes séculos a Palavra de Deus foi escrita em diversos materiais, vejamos os principais:

Pedra
Inscrições encontradas no Egito e Babilônia datados de 850 aC

Argila e Cerâmica
Milhares de tabletes encontrados na Ásia e Babilônia.

Madeira
Usada por muitos séculos pelos gregos.

Couro

O AT possivelmente foi escrito em couro. Os rolos tinham entre 26 a 70 cm de altura.

Papiro
O NT provavelmente foi escrito sobre este material, feito de fibras vegetais prensadas.

Velino ou Pergaminho
Velino era preparado originalmente com a pele de bezerro ou antílope, enquanto o pergaminho era de pele de ovelhas e cabras. Quase todos os manuscritos conhecidos são em velino, largamente usado a centenas de anos antes de Cristo.

Papel
Forma amplamente utilizada hoje.

CD
Áudio

CD - Room
Para computadores, é a forma mais recente.

On - line
Via internet.

Inegavelmente o Senhor Deus queria que sua Palavra se perpetuasse pelos séculos e providenciou meio para isto acontecesse. É um fato que evidencia a sua credibilidade como Livro inspirado pelo Espírito Santo.
Mas conhecer dados históricos não o aproxima do Senhor e tão pouco abre seus ouvidos para a voz do Espírito que revela a Palavra. Isto apenas enriquece-nos intelectualmente e é dispensável. O que realmente precisamos é estarmos aptos para ouvir o Espírito que flui através das páginas do Livro Sagrado e isto só acontece quando nos colocamos em santidade e abertos para o santo mover.
Experimente !

Fonte:Revista Comunhão Ano 4 nº 44

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Lição 05 - Mormonismo, a mais anticristã das seitas



02 de Fevereiro de 2014

Mormonismo, a mais anticristã das seitas

Texto Áureo

“Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema”. G1 1.8

Verdade Aplicada

Nenhuma visão angelical ou so­brenatural sobrepõe os ensinos das Sagradas Escrituras.

Objetivos da Lição

      Conhecer a origem do Mor­monismo;
      Apresentar os Livros que os mórmons consideram sagra­dos;
      Refutar as heresias do Mor­monismo.

Textos de Referência

G1 1.6        Estou admirado de que tão depressa estejais desertan­do daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho,
G1 1.7        O qual não é outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.
G1 1.8        Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema.
G1 1.9        Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acompanhe

Follow Us

parceiros





Troca Social

banner

Divulgue seu Blog

Fast-growing 1:1 Traffic Exchange

Parceiro Tecnogospel